Notícias
Notícias
30/01/2023
Inflação do aluguel: IGP-M desacelera e fica em 0,21% em janeiro
O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) variou 0,21% em janeiro, informou nesta segunda-feira (30) o FGV IBRE. Com isso, o índice acumula alta de 3,79% em 12 meses. É o segundo mês seguido de alta - em dezembro, o índice variou 0,45%. Em 2022, o IGP-M fechou em alta de 5,45%. Em janeiro de 2022, o índice teve variação de 1,82% e acumulava alta de 16,91% em 12 meses. De acordo com André Braz, coordenador dos Índices de Preços, entre os componentes do IGP-M, o índice ao produtor segue registrando arrefecimento das pressões inflacionárias. "O preço das matérias-primas brutas desacelerou de 2,09% para 1,55% e, entre os bens intermediários, cuja taxa passou de -0,30% para -1,06%, a queda fo...

Prazo de linhas do Pronampe sobe para 72 meses
Folha de Pernambuco - 28/10/2022

Juros deixam de ser atrelados à Selic e serão fixados por ministério

Criado em 2020 para ajudar empresas afetadas pela pandemia da Covid-19, o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) terá juros mais baixos e prazo maior para pagar as parcelas. As mudanças constam da Medida Provisória 1.139, editada nesta quinta-feira (27) à noite.

O prazo das linhas de crédito passou de 48 para 72 meses. Os juros passarão a ser definidos pela Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade (Sepec) do Ministério da Economia. Até agora, as linhas do Pronampe seguiam a Taxa Selic (juros básicos da economia) mais 1,25% sobre o valor contratado, para financiamentos concedidos em 2020, ou Selic mais 6% sobre o valor contratado, para financiamentos concedidos a partir de 2021.

As mudanças não valem apenas para os futuros contratos. A medida provisória autoriza a renegociação e a prorrogação das operações de crédito atuais nas condições estabelecidas pela Sepec.

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência da República informou que as mudanças pretendem reequilibrar os financiamentos e recuperar a capacidade de investimento dos tomadores, que passaram a ter dificuldades em quitar os financiamentos após o aumento da taxa Selic, que saltou de 2% ao ano em março de 2021 para 13,75% em agosto deste ano.





Outras Notícias

02/02/2023 - Com manutenção da Selic em 13,75%, Brasil continua com...
30/01/2023 - Inflação do aluguel: IGP-M desacelera e fica em 0,21%...
30/01/2023 - Inflação do aluguel: IGP-M desacelera e fica em 0,21%...
23/01/2023 - Mercado eleva previsão para inflação de 2023 e 2024 e...
29/12/2022 - IGP-M: inflação do aluguel fecha 2022 com alta de 5,45%
28/12/2022 - MÁRCIO BORBA ESCLARECE - NÚMEROS DE PAULO CÂMARA SÃO...
22/12/2022 - Terceiro trimestre: PIB de Pernambuco registra índice...
19/12/2022 - Pernambuco anuncia investimentos de mais de R$ 4,8...
13/12/2022 - Uma visão macroeconômica do Brasil em 2022
09/12/2022 - IPCA tem alta de 0,41% em novembro, influenciado pelos...
29/11/2022 - IGP-M registra queda de preços de 0,56% em novembro,...
12/11/2022 - A inflação no Brasil e no mundo
07/11/2022 - Ibovespa hoje: inflação no EUA, China e semana de...
26/10/2022 - Gigante da indústria farmacêutica instala unidade em...
19/10/2022 - Pernambuco vai criar 613 novas vagas de trabalho com...
14/10/2022 - Brasil apresenta dados de retomada econômica ao G20
07/10/2022 - Cinco maiores bancos dominaram 81,4% do mercado de...
04/10/2022 - Um olhar sobre a economia nordestina - 2023
29/09/2022 - IGP-M volta a registrar deflação em setembro, de 0,95%
28/09/2022 - Proposta de programação do FNE para 2023 prevê um...
 
 
Avenida Conselheiro Aguiar 2205 - sala 102 - Boa Viagem - CEP 51.111-011 - Recife/PE
e-mail: secretaria@borbaconsultoria.com.br

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player